candidiase tem cura? como acabar com a candidiase?

CANDIDÍASE TEM CURA? COMO ACABAR COM A CANDIDÍASE?

Candidíase tem cura? Como acabar com a candidíase? Estas são perguntas que muitas pessoas que sofrem com a condição se fazem.

Candidíase é uma infecção causada pela Cândida albicans. Esses fungos são encontrados em quase todo o ambiente. Alguns podem viver inofensivamente junto com as abundantes espécies “nativas” de bactérias que normalmente colonizam a boca, o trato gastrointestinal e a vagina.

Geralmente, a Cândida é mantida sob controle pelas bactérias nativas e pelas defesas imunológicas do corpo. Se o equilíbrio de bactérias nativas é alterado por antibióticos e outros fatores, isso pode fazer com que a bactéria se reproduza em maior quantidade, causando sintomas desagradáveis.

Candidíase tem cura Como acabar com a candidíase

Candidíase tem cura Como acabar com a candidíase

As infecções por Cândida podem causar sintomas ocasionais em pessoas saudáveis. Se o sistema imunológico de uma pessoa é enfraquecido por alguma doença (especialmente AIDS ou diabetes), desnutrição ou certos medicamentos (corticosteroides ou drogas anticâncer), a Cândida pode causar infecções com mais frequência.

A candidíase pode afetar muitas partes do corpo, causando infecções localizadas ou doenças maiores, dependendo da pessoa e de sua saúde geral. As infecções por fungos são tão comuns hoje em dia que os cientistas estimam que 70% da nossa população sofre de candidíase!

E este não é apenas um “problema das mulheres”. Na verdade, qualquer pessoa pode ter uma infecção por fungos. Ainda pior, os sintomas são tão variados que você (e seu médico) talvez nem saiba que você tem candidíase.

SINTOMAS COMUNS DE INFECÇÕES POR CÂNDIDA INCLUEM:

  • Fadiga

  • Insônia

  • Constipação e/ou diarreia

  • Inchaço, gases e dor abdominal

  • Perda de memória

  • Comichão vaginal

  • Endometriose

  • Mal hálito

  • Mudanças de humor frequentes

Se você sofre de alguns desses sintomas, você pode estar sofrendo de uma infecção por fungos. As infecções fúngicas são tão comuns hoje em dia porque a maioria das pessoas tem sistemas imunológicos enfraquecidos e deficiências minerais, condições que, juntas, criam um ambiente onde a cândida e fungos patogênicos possam prosperar e causar infecções.

No fundo do seu intestino, você tem um ecossistema de bactérias. É saudável quando você tem uma abundância de bactérias boas e quantidades equilibradas de cândida em seu intestino.

Esses “mocinhos” microscópicos ajudam a manter seu sistema imunológico forte. Infelizmente, a maioria das pessoas (especialmente aquelas que sofrem de infecções fúngicas) têm ecossistemas internos desequilibrados. Isso cria um ambiente que os bandidos (parasitas, bactérias ruins e vírus) adoram, o que pode levar a um super crescimento de cândida.

AQUI ESTÃO ALGUMAS DAS CAUSAS MAIS COMUNS DAS INFECÇÕES POR CÂNDIDA:

  • Uma dieta padrão rica em açúcar e alimentos processados

  • Parasitas, que também são mais comuns do que você pensa.

  • Medicamentos (drogas recreativas e prescritas, antibióticos, pílulas anticoncepcionais, cortisona) e álcool.

  • Falta de sono

  • Transmissão da mãe infectada ao nascimento – esta é uma das principais razões pelas quais os bebês correm o risco de ter doenças infantis como o autismo.

  • Combinação inadequada de alimentos

  • Digestão imprópria de proteínas e toxinas

Tipos de candidíase incluem:

Sapinho – O sapinho é o nome comum para uma infecção na boca causada pelo fungo Cândida albicans. Ele afeta superfícies úmidas ao redor dos lábios, no interior das bochechas, na língua e na gengiva. O sapinho é comum em pessoas com doenças como câncer e AIDS, que tem seus sistemas imunológicos suprimidos. O sapinho também pode se desenvolver em pessoas com sistema imunológico normal, especialmente em pessoas com diabetes.

Esofagite – As infecções de cândida na boca podem se espalhar para o esôfago, causando esofagite. Esta infecção é mais comum em pessoas com AIDS e pessoas que recebem quimioterapia para tratar o câncer.

Candidíase cutânea (pele) – A cândida pode causar infecções da pele, incluindo assaduras, em áreas da pele que recebem pouca ventilação e são anormalmente úmidas. Algumas áreas comuns incluem o bumbum de crianças que usam fraldas, as mãos de pessoas que rotineiramente usam luvas de borracha, a borda da pele na base da unha, especialmente em mãos que estão expostas à umidade, áreas ao redor da virilha e no vinco das nádegas. A candidíase cutânea causa manchas vermelhas na pele, às vezes com pequenas pústulas próximas.

candidiase tem cura? como acabar com a candidiase?

candidiase tem cura? como acabar com a candidiase?

Candidíase tem cura? Como acabar com a candidíase?

Infecções fúngicas vaginais – infecções fúngicas vaginais não são geralmente transmitidas sexualmente. Durante toda a vida, 75% de todas as mulheres são propensas a ter pelo menos uma infecção vaginal por cândida, e até 45% têm 2 ou mais infecções recorrentes. As mulheres podem ser mais suscetíveis a infecções vaginais se estiverem grávidas ou tiverem diabetes. O uso de antibióticos ou pílulas anticoncepcionais pode promover infecções fúngicas.

Candidíase profunda – Na candidíase profunda, os fungos da Cândida contaminam a corrente sanguínea e se espalham por todo o corpo, causando infecções graves. Isso é especialmente comum em recém-nascidos com muito baixo peso ao nascer e em pessoas com sistema imunológico gravemente enfraquecido ou que possuem problemas médicos graves. Nestas pessoas, a cândida pode entrar na corrente sanguínea através dos cateteres da pele, locais de traqueostomia ou feridas cirúrgicas. A candidíase profunda também pode ocorrer em pessoas saudáveis ​​se a Cândida entrar no sangue através do abuso de drogas intravenosas, queimaduras graves ou feridas abertas.

Sintomas – Candidíase tem cura? Como acabar com a candidíase?

A candidíase causa sintomas diferentes, dependendo do local da infecção…

Boca – Causa manchas brancas semelhantes a coalhada dentro da boca, especialmente na língua, no palato e ao redor dos lábios. Se você tentar raspar essa superfície esbranquiçada, normalmente encontrará uma área vermelha e inflamada, que pode sangrar um pouco. Pode haver áreas rachadas, vermelhas e úmidas da pele nos cantos da boca. Às vezes as manchas esbranquiçadas são dolorosas, mas muitas vezes não são.

Infecções fúngicas vaginais – Infecções fúngicas vaginais podem causar os seguintes sintomas: coceira vaginal ou dor, um corrimento vaginal espesso com uma textura semelhante a queijo mole, um desconforto ardente ao redor da abertura vaginal, especialmente se a urina tocar a área, e dor ou desconforto durante a relação sexual.

Candidíase profunda – Quando a Cândida se espalha para a corrente sanguínea, pode causar uma ampla gama de sintomas, desde febre inexplicável até choque e falência múltipla de órgãos.

Diagnóstico – Candidíase tem cura? Como acabar com a candidíase?

Seu médico perguntará sobre seu histórico médico, incluindo diabetes, câncer, HIV e outras doenças crônicas. Ele também perguntará sobre sua dieta e sobre seu uso recente de antibióticos ou medicamentos que podem suprimir o sistema imunológico. Se o seu médico suspeitar de candidíase cutânea, ele pode perguntar como você cuida da sua pele e sobre condições que expõem sua pele à umidade excessiva, como o uso de luvas de borracha.

Muitas vezes, o médico pode diagnosticar candidíase cutânea, candidíase oral ou infecção vaginal por um simples exame físico.

No entanto, se o diagnóstico for incerto, seu médico pode raspar a superfície do “ferimento” para examinar em um microscópio ou pode cultivar uma amostra de pele para identificar fungos (cândida).

Saiba Mais…

Como curar a candidíase

Candida Albicans Afeta a Mente como? A Candidíase Causa Depressão?

Candidíase Oral – Causas, Sintomas e Tratamento Natural

Candidíase na Gravidez – Quais os sintomas, riscos e tratamento…

Candidíase Intestinal

Candidíase Masculina

Candidiase feminina

Pomada para Candidíase

Como tratar a candidiase

Candidiase recorrente e como tratar

Um exame é especialmente útil se você teve uma infecção por fungos que retornou mesmo depois do tratamento. Neste caso, o exame pode ajudar a identificar se a levedura é resistente aos tratamentos usuais com antibióticos.

Se o seu médico suspeitar que você tem uma doença médica não diagnosticada que aumenta o risco de candidíase – como diabetes, câncer ou HIV – exames de sangue ou outros procedimentos podem ser necessários. Para diagnosticar a esofagite por cândida, seu médico examinará seu esôfago com um endoscópio, um instrumento flexível que é inserido em sua garganta e permite que seu médico examine diretamente a área.

Durante este exame, chamado endoscopia, seu médico irá retirar uma amostra do tecido (uma biópsia ou uma “escovação”) do esôfago para ser examinada em laboratório.

Candidíase tem cura? Como acabar com a candidíase?

A chave para eliminar infecções fúngicas é construir reconstruir seu ecossistema interno com bactérias saudáveis. Candidíase tem cura? Como acabar com a candidíase? Eu vou mostrar-lhe como é possível curar a candidíase!

Se você suspeitar que você está sofrendo de uma infecção por fungos, então tratar-se deve se tornar uma prioridade. Essa é uma infecção que suprime seriamente sua imunidade e interfere na produção de hormônios saudáveis. Uma mulher que planeia engravidar pode transmitir esta infecção ao seu filho. Saúde e longevidade serão impossíveis de serem obtidos enquanto seu corpo estiver lutando com o crescimento de cândida. Agora é a hora de curar seu corpo. A Candidíase tem cura? Como acabar com a candidíase? Lembrando, que este artigo só lhe dará informações parciais sobre um bom tratamento, se você quer e precisa de algo mais completo, clique aqui.

Comece o primeiro estágio do tratamento cuidando de sua alimentação. Você não poderá ficar bem se você não mudar sua dieta. Medicamentos antifúngicos nem sempre são a solução.

Publicidade

  • Elimine o açúcar da sua dieta. Como ainda precisamos comer alimentos que satisfaçam nossos desejos pelo sabor adocicado, experimente um adoçante natural que não aumente os seus níveis de açúcar no sangue.

  • Adicione alimentos ricos em probióticos à sua dieta. Iogurtes são ótimas opções.

  • Coma gorduras e óleos não refinados orgânicos e saudáveis. O óleo de coco, em particular, é excelente para tratamento de uma infecção por cândida. É antifúngico, antiviral e pode ser aplicado diretamente sobre a infecção para amenizar vermelhidão, dor e coceira. Óleos de peixe e fígado de bacalhau são anti-inflamatórios, ajudando a combater infecções inflamatórias causadas pela cândida. Óleos de peixe (ricos em vitamina A e D) também ajudam a curar o seu revestimento do intestino ferido, danificado pela infecção por cândida no intestino.

Seguindo essas recomendações, você estará no caminho certo para uma imunidade mais forte e cura da sua candidíase!

Marcado com: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,