Candidíase na Gravidez – Quais os sintomas, riscos e tratamento

CANDIDÍASE NA GRAVIDEZ – QUAIS OS SINTOMAS, RISCOS E TRATAMENTOS

Candidíase na Gravidez – Quais os sintomas, riscos e tratamento…

Candidíase na Gravidez – Quais os sintomas, riscos e tratamento…

Candidíase vulvovaginal, ou monilíase, é uma infecção por fungos na vulva e da vagina. A cândida Albicans é o tipo de fungo responsável por essa condição. Entretanto, outros tipos de fungos – incluindo a Cândida glabrata e Cândida tropicalis – também podem ser responsáveis.

Cerca de três em cada quatro mulheres tendem a ter uma infecção por fungos em sua vida. Até 45% das mulheres terão duas ou mais infecções. É possível uma mulher ter candidíase na gravidez – quais os sintomas, riscos e tratamento?

Durante a gravidez, a Cândida (e as infecções causadas) é ainda mais comum. De acordo com um estudo, cerca de 20 por cento das mulheres têm Cândida em sua vagina normalmente. Esse número sobe para 30% durante a gravidez. A Cândida é mais propensa a causar infecções durante a gravidez devido às oscilações hormonais.

Infecções fúngicas são comuns durante a gravidez. Muitas mulheres desenvolvem infecções fúngicas no final do segundo ou durante o terceiro trimestre.

Publicidade

Exceto no caso de problemas imunológicos graves, como o HIV, as infecções por fungos não causam danos à gravidez.

A vagina tem muitos microrganismos diferentes. Alguns são úteis, como os lactobacilos. Outros, como a cândida, podem ser um problema se houver uma super reprodução.

À medida que seus hormônios mudam na gravidez, isso altera o ambiente da vagina, o que desencadeia um crescimento excessivo de Cândida. Durante a gravidez, o corpo também produz mais açúcar. A cândida se alimenta de açúcar, o que permite que o fungo cresça e se espalhe. Como você pode passar a condição para o bebê durante o parto, é importante saber um pouco mais sobre a candidíase na gravidez e como trata-la. Abaixo, você aprenderá tudo o que precisa saber sobre a candidíase na gravidez – quais os sintomas, riscos e tratamento?

Fale como o seu médico se:

  • Você acha que tem uma infecção por fungos. Seu médico deve verificar para ter certeza se realmente se trata de cândida. Outros tipos de infecção seriam tratados de forma diferente.

  • Você tem comichão, ardor, vermelhidão ou inchaço na vulva, a área fora de sua vagina.

  • Você tem um corrimento vaginal espesso e branco que parece um queijo cottage.

  • Você quer tentar um remédio caseiro ou medicação sem receita.

Seu médico te informará tudo sobre a candidíase na gravidez – quais os sintomas, riscos e tratamento para esta causa.

O que causa candidíase na gravidez?

A candidíase ocorre quando o número normal de fungos que residem na vagina aumenta. Os fatores mais comuns que tornam uma mulher mais propensa a infecções fúngicas incluem:

  • Diabetes

  • Uso de pílulas anticoncepcionais, antibióticos ou corticosteroides

  • Distúrbios que enfraquecem o sistema imunológico, como o HIV

Durante a gravidez, a mudança dos níveis hormonais altera o equilíbrio do pH na vagina. Isso cria um ambiente mais favorável para o crescimento do fungo.

Quais complicações estão associadas a candidíase na gravidez?

Em mulheres não grávidas que têm um sistema imunológico normal, as infecções fúngicas da candidíase raramente levam a complicações sérias. Mesmo na gravidez, infecções fúngicas geralmente não causam efeitos prejudiciais na mãe. No entanto, você pode passar o problema para o seu bebê durante o parto.

A maioria dos bebês que desenvolvem uma infecção por fungos a tem apenas em suas bocas ou bumbum. No entanto, embora seja raro, uma infecção por cândida em bebês pode se tornar muito séria, porque seu sistema imunológico ainda não está bem desenvolvido. Ela pode se espalhar pelo corpo do bebê e afetar a respiração e o ritmo do coração, por exemplo. Isso acontece com mais frequência em bebês que têm outros problemas afetando seus sistemas imunológicos, como a prematuridade ou uma infecção subjacente.

Infecções fúngicas também podem causar infecções em todo o corpo e complicações graves em mulheres que têm um sistema imunológico enfraquecido por causa de condições como o HIV.

Candidíase na gravidez – quais os sintomas, riscos e tratamento?

Normalmente, infecções fúngicas causadas pela cândida não causam danos ao bebê na barriga. No entanto, elas podem dificultar a vida da mãe e são mais difíceis de controlar durante a gravidez. Com a candidíase, você provavelmente terá coceira na sua vagina e vulva. Você também pode notar um corrimento vaginal branco. Esse corrimento não tem odor.

Outros sintomas incluem:

  • Sensação de ardor ao urinar ou ter relações sexuais

  • Comichão

  • Vermelhidão ou irritação dos lábios da vagina

  • Grandes quantidades de corrimento

  • Dor ou dor na vagina ou vulva

  • Erupção cutânea na vulva e na pele, que às vezes aparece na virilha e nas coxas também

Esses sintomas podem durar algumas horas, dias ou semanas. Em recém-nascidos e em mulheres que têm um sistema imunológico enfraquecido, a candidíase pode ocorrer na boca. Essa condição é conhecida como sapinho.

Outras condições podem causar sintomas semelhantes a uma infecção por cândida, incluindo:

  • Uma reação alérgica a um produto que você usou na área vaginal, como sabonete ou preservativo

  • Doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), como clamídia e gonorreia

Como posso evitar uma candidíase na gravidez?

Você pode reduzir o risco de futuras infecções fúngicas por cândida:

  • Mantendo a área vaginal seca

  • Evitando banhos de espuma, sprays de higiene feminina

  • Vestindo roupas íntimas de algodão

  • O sexo oral pode piorar sua condição e afetar seu parceiro sexual.

Como a candidíase na gravidez é diagnosticada?

Se você estiver com sintomas de uma infecção por cândida enquanto estiver grávida, entre em contato com seu médico imediatamente.

Embora infecções fúngicas não sejam conhecidas por causar efeitos negativos em uma gravidez, elas são mais difíceis de controlar e os sintomas podem ser extremamente difíceis de lidar.

O diagnóstico também é usado para determinar se você não tem uma infecção bacteriana na vagina chamada vaginose bacteriana ou se você não tem uma doença sexualmente transmissível, como clamídia, gonorreia ou tricomoníase.

Seu médico perguntará sobre seus sintomas e fará um exame físico. Para confirmar o diagnóstico, o seu médico irá usar um cotonete para tirar uma amostra do corrimento vaginal. A amostra será verificada ao microscópio em busca de sinais dos fungos que causam infecções.

Em certos casos, seu médico pode querer cultivar em laboratório uma amostra de seu corrimento vaginal.

O que causa uma infecção por fungos durante a gravidez?

Condições que podem tornar a candidíase mais fácil de ser desenvolvida durante a gravidez:

  • Alteração nos hormônios devido à gravidez ou antes de um ciclo menstrual

  • Tomar hormônios ou pílulas anticoncepcionais

  • Açúcar elevado no sangue, como diabetes

  • Tomar antibióticos ou esteroides

O tratamento de uma infecção por cândida durante a gravidez

Converse com seu médico antes de usar qualquer tratamento. Ele provavelmente irá recomendar uma pomada vaginal. Existem tratamentos sem prescrição e muito mais efetivos, se você quer conhecer este tratamento, clique aqui.

Dependendo da gravidade da infecção e de quaisquer outras condições médicas que você tenha, um tratamento pode ser mais apropriado que o outro. Medicamentos orais ainda não foram provados seguros para mulheres grávidas e lactantes.

A maioria das infecções por cândida leva de sete a dez dias para ser eliminada após o início do tratamento. Outras infecções fúngicas durante a gravidez podem ser mais difíceis de tratar. Regimes de tratamentos típicos de apenas sete dias podem não funcionar tão eficazmente e você precisará duplicar o tempo de tratamento.

Saiba Mais…

Como curar a candidíase

Candida Albicans Afeta a Mente como? A Candidíase Causa Depressão?

Candidíase Oral – Causas, Sintomas e Tratamento Natural

Candidíase Intestinal

Candidíase Masculina

Candidiase feminina

Pomada para Candidíase

Como tratar a candidiase

Candidiase recorrente e como tratar

Candidiase tem cura? como acabar com a candidiase?

Existem algumas espécies de cândidas que agora são resistentes a esses medicamentos, por isso, a ingestão de medicamentos pode não ser viável. Seu médico poderá prescrever um tratamento diferente. Se você decidir não procurar tratamento para a sua infecção por fungos, você está aumentando o risco de passar a infecção para o seu bebê através da boca, durante o parto.

A cândida pode ser transmitida para o bebê causando o “sapinho” e pode ser tratado com Nistatina ou misturas caseiras de óleo de coco e vinagre de maçã. A nistatina é um antifúngico que não é absorvido pelo corpo, mas é usada para tratar infecção por cândida oral.

Prevenção de infecções fúngicas durante a gravidez

Aqui estão algumas dicas para ajudá-la a prevenir o desenvolvimento de infecções por cândida enquanto estiver grávida:

  • Use sabão sem perfume para lavar a área da vagina

  • Não use sprays desodorantes vaginais (isso pode desequilibrar o PH da vagina)

  • Use calcinha de algodão ou calcinha com algodão na área vaginal

  • Use roupas largas ou saias

  • Limpe seu órgão da frente para trás após evacuações

  • Evite duchas, banhos de espuma ou absorventes que contenham desodorante e papel higiênico colorido.

  • Mantenha a área genital seca e limpa

Conversando com o seu médico

Quando você visitar seu médico ou parteira sobre uma infecção por cândida, não tenha medo de fazer perguntas importantes. Aqui estão algumas perguntas que você DEVE fazer para se manter informada sobre o problema:

  • Após o início do tratamento, quais sintomas devo observar que podem indicar que o tratamento não está funcionando?

  • Com base na minha condição, você recomenda a prescrição ou a medicação sem receita médica?

  • Quais são todas as minhas opções de tratamento?

  • Qual é a causa da minha infecção por fungos?

  • Posso permanecer sexualmente ativa? Se não, quanto tempo vou precisar esperar?

Quer vencer a candidíase vaginal sem riscos, de maneira rápida e indolor? Em caso positivo, clique aqui e conheça este produto que irá te ajudar a tratar esta infecção da melhor forma possível

Marcado com: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,