Candidiase Feminina

CANDIDÍASE FEMININA

Candidiase Feminina: Uma infecção por fungos vaginal, também conhecida como candidíase, é uma condição comum. Uma vagina saudável contém bactérias e alguma quantidade de cândida. Mas quando o equilíbrio de bactérias e da cândida muda, a cândida pode se multiplicar. Isso causa coceira intensa, inchaço e irritação.

Tratar uma infecção vaginal pode aliviar os sintomas dentro de alguns dias. Em casos mais graves, pode levar até duas semanas.

A candidíase feminina não é considerada uma infecção sexualmente transmissível (IST). O contato sexual pode ajudar a infecção se espalhar, mas as mulheres que não são sexualmente ativas também podem ter cândida vaginal. Depois que você tem uma infecção por cândida, é mais provável que você tenha outra futuramente.

CANDIDÍASE FEMININA

CANDIDÍASE FEMININA

Quais são os sintomas de uma candidíase feminina?

A candidíase feminina possui um conjunto comum de sintomas, tais como:

  • coceira vaginal

  • inchaço ao redor da vagina

  • queimação durante o sexo ou quando a mulher vai urinar

  • dor durante o sexo

  • vermelhidão

  • erupção cutânea

O corrimento vaginal cinza-esbranquiçado e irregular é outro sintoma revelador. Algumas pessoas dizem que este corrimento se assemelha ao queijo cottage. Às vezes, o corrimento também pode ser aguado e sem odor. Normalmente, o período de tempo em que a infecção por fungos é deixada sem tratamento tem um impacto direto na gravidade dos sintomas.

O que causa a candidíase feminina?

A cândida é um microrganismo que está naturalmente presente na área vaginal. A bactéria Lactobacillus mantém seu crescimento sob controle. Mas se houver um desequilíbrio no seu sistema, essas bactérias não funcionarão de forma eficaz. Isto leva a um crescimento excessivo da cândida, que causa os sintomas de infecções fúngicas vaginais.

Vários fatores podem causar uma infecção por fungos, incluindo:

  • Uso de antibióticos (eles diminuem a quantidade de Lactobacillus, também conhecidos como bactérias boas da vagina)

  • Gravidez

  • Diabetes descontrolada

  • Sistema imunológico fraco

  • Maus hábitos alimentares, incluindo muitos alimentos açucarados

  • Desequilíbrio hormonal perto do seu ciclo menstrual

  • Estresse

  • Falta de sono

Um tipo específico de cândida chamado Cândida albicans causa a maioria das infecções fúngicas. No entanto, essas infecções fúngicas são facilmente tratáveis.

Se você está sofrendo com infecções fúngicas recorrentes ou tem problemas para se livrar de uma infecção por cândida com tratamento convencional, uma versão diferente da Cândida pode ser a causa. Um teste de laboratório pode identificar o tipo de Cândida que você tem. Alguns tipos de Cândida são resistentes a medicamentos.

Como a candidíase feminina é diagnosticada?

As infecções fúngicas são simples de diagnosticar. Seu médico perguntará sobre seu histórico médico. Isso inclui se você já teve infecções por fungos antes. Ele também pode perguntar se você já teve alguma doença ou infecção sexualmente transmissível.

Seu médico examinará suas paredes vaginais e o colo do útero. Ele também analisará a área vaginal interna em busca de sinais externos de infecção. Mesmo que os sinais e sintomas da infecção por fungos aponte para a causa, a coceira vaginal e o corrimento podem ser causados por outras condições, incluindo vaginose bacteriana. Para fazer o diagnóstico com maior precisão, uma amostra do corrimento é examinada em um laboratório para identificar os organismos da cândida e para ajudar a descartar outras causas, como vaginose bacteriana ou doenças sexualmente transmissíveis.

Esse corrimento será enviado para um laboratório para exame. Os exames de laboratório geralmente são solicitados para mulheres que têm candidíase feminina regularmente ou para infecções que não desaparecem.

Como é tratada a candidíase feminina?

Cada tipo de cândida requer um tratamento diferente, por isso o médico sugerirá um tratamento melhor para você caso seu problema não seja derivado da Cândida albicans. Os tratamentos para a candidíase feminina são geralmente determinados com base na gravidade dos seus sintomas.

Infecções simples

Para infecções fúngicas simples, o seu médico geralmente prescreve um tratamento de um a três dias usando uma pomada, unguento, comprimido ou supositório antifúngico. Esses medicamentos podem ser prescritos ou vendidos sem receita médica.

Medicamentos comuns incluem:

  • butoconazol

  • clotrimazole

  • miconazol

  • terconazol

  • fluconazol

Você também precisará consultar seu médico novamente caso seus sintomas retornem dentro de dois meses.

Se você reconhece que você tem uma infecção por fungos, você também pode tratar-se em casa com produtos naturais. Se quer aprender mais sobre isso, clique aqui e adquira este produto que te ajudará a vencer a candidíase.

Infecções complicadas

No caso de infecções mais severas, o seu médico irá mais do que provavelmente tratar a sua infecção por cândida, se você:

  • Tiver uma vermelhidão, inchaço e coceira graves que levam a feridas no tecido vaginal

  • Tiver mais de quatro infecções fúngicas em um ano

  • Tiver uma infecção causada por Cândida que não seja Cândida albicans

  • Estiver grávida

  • Tiver diabetes descontrolada ou um sistema imunológico fraco

Possíveis tratamentos para infecções fúngicas graves ou complicadas incluem:

  • Uso de cremes por 14 dias, pomada, comprimido ou supositório para tratamento vaginal

  • Duas ou três doses de fluconazol

  • Prescrição a longo prazo de fluconazol tomado uma vez por semana durante seis semanas ou uso a longo prazo de outra medicação antifúngica

Se a sua infecção é recorrente, você também deve pedir que seu parceiro sexual verifique se tem uma infecção por fungos. Lembre-se de usar preservativos ao fazer sexo se você suspeitar que você tem uma infecção por fungos.

Quais tratamentos naturais e alternativos estão disponíveis?

Como a cândida está presente normalmente na vagina de mulheres saudáveis, nem todas as infecções fúngicas podem ser prevenidas com total sucesso. No entanto, é possível tomar medidas preventivas que podem reduzir o risco de contrair uma infecção por cândida.

Estas medidas incluem sempre a limpeza da área genital da frente para trás e a troca de roupas de banho molhadas ou roupas úmidas o mais rápido possível. Usar roupas íntimas de algodão folgadas pode ajudar a reduzir a umidade e evitar infecções fúngicas. Como produtos químicos podem influenciar no desequilíbrio de bactérias na vagina, evitar produtos com potenciais irritantes como absorventes perfumados também pode ajudar.

Você pode tentar tratar infecções fúngicas vaginais com remédios naturais se quiser evitar tomar medicamentos prescritos, mas eles não são tão eficazes ou confiáveis ​​quanto os medicamentos indicados.

Saiba Mais…

Como curar a candidíase

Candida Albicans Afeta a Mente como? A Candidíase Causa Depressão?

Candidíase Oral – Causas, Sintomas e Tratamento Natural

Candidíase na Gravidez – Quais os sintomas, riscos e tratamento…

Candidíase Intestinal

Candidíase Masculina

Pomada para Candidíase

Como tratar a candidiase

Candidiase recorrente e como tratar

Candidiase tem cura? como acabar com a candidiase?

Se os seus sintomas são devidos a algo diferente de uma simples infecção por fungos, o seu médico pode ajudar a diagnosticar a sua condição.

Como você evita infecções fúngicas vaginais?

  • Seguindo uma dieta bem balanceada

  • Tomando bastante iogurte ou tomando suplementos com lactobacilos

  • Usando roupas de fibras naturais como algodão, linho ou seda

  • Lavando sua roupa íntima em água quente

  • Substituindo produtos femininos frequentemente

  • Evitando calças apertadas, meia-calça, meias ou leggings

  • Evitando usar desodorantes femininos ou absorventes perfumados

  • Evitando sentar em roupas molhadas, especialmente roupas de banho

Muitas vezes você provavelmente sabe exatamente o que levou à sua infecção por fungos. Por exemplo, algumas mulheres sofrem essas infecções toda vez que tomam antibióticos. Ao reconhecer seus próprios fatores de risco, você pode evitar futuras infecções. Os preservativos podem ajudar a prevenir a transmissão de uma infecção por fungos das mulheres para os homens, mas eles não são completamente eficazes, uma vez que pode haver contato com áreas do corpo não cobertas pelo preservativo.

Quais especialidades dos médicos tratam a candidíase feminina?

Profissionais de cuidados primários, incluindo médicos, internistas e pediatras. Nas mulheres, um ginecologista também pode tratar uma infecção por cândida vaginal.

Que remédios caseiros podem ser usados ​​para o tratamento da candidíase feminina?

A infecção por cândida é tratada com medicamentos antifúngicos. Os remédios de prescrição e aqueles que não precisam de prescrição são eficazes no tratamento de infecções fúngicas vaginais.

Medicamentos sem receita médica são o melhor remédio caseiro para infecções fúngicas, e eles podem curar a maioria das infecções. No entanto, os métodos homeopáticos não foram adequadamente estudados por médicos e outros profissionais para serem recomendados, e medicamentos anti-coceira tratam apenas os sintomas de coceira, mas não tratam a causa subjacente (a cândida).

Os medicamentos de prescrição oral, tomados em forma de pílula ou comprimido, podem ser usados ​​para tratar infecções fúngicas recorrentes. O fluconazol é normalmente consumido como medicamento antifúngico oral de primeira escolha. O fluconazol também pode ser tomado como manutenção semanal ou mensal para mulheres que apresentam infecções recorrentes, mas é necessário identificar primeiramente que tipo de infecções recorrentes estão ocorrendo. Medicamentos antifúngicos orais não devem ser usados ​​por mulheres grávidas.

Medicamentos orais também têm mais efeitos colaterais do que pomadas ou outros métodos, incluindo:

  • náusea

  • dor de cabeça

  • dor abdominal

Qual é o tratamento para uma infecção por cândida vaginal durante a gravidez?

Infecções fúngicas são comuns durante a gravidez. As mulheres grávidas que desenvolvem sinais de uma infecção por cândida devem consultar um profissional de saúde. O profissional pode recomendar medicamentos e tratamentos seguros durante a gravidez. Medicamentos antifúngicos orais não são recomendados para uso durante alguns estágios da gravidez.

E quanto a infecções fúngicas recorrentes?

Uma infecção por cândida recorrente ocorre quando uma mulher tem quatro ou mais infecções em um ano que não estão relacionadas ao uso de antibióticos. Infecções fúngicas recorrentes podem estar relacionadas a uma condição médica subjacente, como imunidade baixa e pode exigir tratamentos mais agressivos. Isso pode incluir o uso medicamentos orais a longo prazo.

Marcado com: , , , , , , , , , , , , , ,